\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos 2016/2017 - XV

terça-feira, março 28, 2017

Desabafos 2016/2017 - XV

*
De vez em quando, anuncia-se o fecho do Centro de Formação da GNR em Portalegre. A última ameaça aconteceu recentemente e foi notícia na Rádio Portalegre através de uma entrevista ao presidente da Associação Nacional dos Sargentos da Guarda.
Uma vez mais, a notícia do iminente fecho é dado por quem não tem poder para o fazer, mas terá informação credível sobre o assunto, e, quiçá, interesse.
Segundo o mesmo, a razão do dito encerramento deve-se «à política “economicista” do Ministério da Administração Interna (MAI), nomeadamente a subtracção do direito à promoção, que vai por em causa a estrutura escolar da GNR». Um razão de natureza corporativa, em suma.
Contudo, mais adiante o dito sargento fala daquela que é a principal razão para o fecho do Centro de Formação da GNR, que é «a falta de investimento em obras de manutenção».
As instalações em Queluz e na Figueira da Foz, nada têm a ver com as instalações em Portalegre, e essa é a razão para o fecho, a par da localização geográfica das outras duas. E também a cada vez menos necessidade de elementos para a GNR.
Há tantos anos que se sabe da precaridade das instalações no Convento de São Bernardo. E quando o Centro de Formação encerrar, lá virão “as forças vivas” perorar para a praça pública, como se há anos não soubessem que era preciso fazer algo para que o Centro de Formação não fechasse.
É assim Portalegre. As suas “forças vivas” políticas, económicas e sociais, estão cada vez mais desfasadas da realidade que é a Cidade e a Região. Nem no tempo das redes sociais, Portalegre ‘acorda’.
Em Portalegre o ‘faz–de-conta’ é rei, e o ‘chico-espertismo’ é presidente!
Rádio Portalegre, 27 de Março de 2017
_______

Free web page counter